Olímpia-SP, Quarta-Feira, 23 de Agosto de 2017

Saúde

Então, peles secas, o que fazer?

Algumas orientações valiosas para quem tem a pele tão ressecada que chega a descamar, craquelar, fissurar, coçar ou até formar feridas.   Sim, tudo isso é possível se não cuidar! Essas dicas são ainda mais importantes para quem sofre com alteração da barreira da pele (manto protetor hidrolipídico), os portadores de dermatite atópica... 

 

 

 

 

Então, peles secas, o que fazer? 

 

 PRESERVAR a sua barreira cutânea (nosso escudo biológico contra agressões do meio externo):  

 

Nada de banhos quentes e demorados, pois quanto maior a temperatura da água e o tempo no banho, maior dano à camada de hidratação natural da pele. Fumaça no box? Nem pensa Excesso de espuma no banho só resseca a pele! Sim, é isso mesmo! Dê preferência aos sabonetes líquidos hidratantes que façam pouca espuma ou syndet ("synthetic detergent") que possuem pH mais neutro à levemente ácido, ou seja, bem menos alcalino que os sabonetes tradicionais, portanto ideal para peles mais sensíveis. 

 

Não use bucha: um "crime" para a barreira cutânea da pele .

 

Não use sabonetes antissépticos no dia-a-dia (como soapex, protex, lifebuoy etc) pelo potencial irritativo, piorando o ressecamento. Evite tecidos sintéticos diretamente sobre a pele.

 

Além de um banho "delicado", é preciso finalizar esse carinho à pele com um bom hidratante !! 

 

REPOR a hidratação e barreira perdida: Os hidratantes aumentam o teor hídrico no extrato córneo (camada externa da pele), prevenindo a evaporação de água (perda transpidérmica), pelo uso de ativos oclusivos ou pelo aumento da integridade da barreira da pele.

 

Para aumentar a integridade da barreira, o hidratante deve fornecer ácidos graxos, ceramidas e colesterol à pele. Para manter água na pele, o hidratante deve aumentar os níveis do fator de hidratação natural, de glicerol (glicerina), uréia e outros umectantes como ácido hialurônico . 

 

Outra característica importante é exercer um efeito emoliente, ou seja, maior coesão da barreira, trazendo suavidade e maciez à pele. Alguns exemplos: mateiga de karité e aveia Para evitar a perda de água, os hidratante devem contar com ativos oclusivos, como lanolina, petrolato e óleos naturais que possuem ácidos graxos importantes à barreira, como o ácido linoléico Percebam que escolha de um bom hidratante não é perfumaria, e por isso, deve contar com ajuda profissional. Ele deve conter uma combinação de ativos eficazes nesse processo lindo de manter o manto de proteção da nossa pele. Consulte seu dermatologista para indicar a melhor rotina de cuidados para o seu caso. 

 

Dra Maria Emilia de Campos

CRM 148611

DERMATOLOGIA CLINICA E ESTÉTICA

17-3817-2153

17-3817-8562

 



Veja Também


Contatos
(17) 3281-6173
(17) 99721-1925

Rua Síria, 726-A
Centro - Olímpia-SP
Cep: 15400-000